A Lufthansa Cargo entrou no capital da Fleet, uma tecnológica norte-americana fundada em 2014 que criou uma bolsa de cargas especializada em transporte internacional aéreo e marítimo.

A companhia alemã liderou uma colocação junto de investidores privados num montante de dez milhões de dólares (8,05 milhões de euros) . A entrada da companhia de carga do grupo Lufthansa na startup é mais um passo no seu compromisso para a digitalização do negócio.

O objectivo da Lufthansa Cargo é melhorar os índices de carga e melhorar a gestão dos seus serviços de transporte aéreo. O seu director comercial, Alexis von Hoensbroech, terá assento no conselho de administração da Fleet.

A Fleet é vocacionada para os pequenos/médios carregadores, com cinco a 100 envios por ano, a quem promete poupar tempo e dinheiro na escolha dos transitários e na gestão de todo o processo logístico.

A Lufthansa Cargo anunciou, além disso, que irá adicionar dois novos voos semanais entre Frankfurt e Osaka (via Novosibirsk), às segundas e quartas-feiras. Serão um complemento ao serviço diário entre aquela cidade alemã e Tóquio.

 

 

Comments are closed.