Em resposta ao abrandamento do mercado e com o objectivo de aumentar as taxas de ocupação, a Lufthansa Cargo vai reduzir a capacidade.

A Lufthansa Cargo não deu muitos pormenores sobre como irá operacionalizar as mudanças na oferta de capacidade, mas indicou que o processo permitirá descontinuar, até ao fim de 2019, dois aviões MD-11F, após a recente integração de outras tantas unidades Boeing 777F.

A flexibilidade para adaptação ao mercado será fundamental para a rentabilidade, como observou o CEO da LH Cargo, Peter Gerber.

“Tradicionalmente, adoptamos uma abordagem flexível para que o programa de voo de nossa frota de cargueiros atenda às necessidades dos clientes. Isso permitiu-nos responder rapidamente à normalização da procura no mercado, de modo a que as nossas operações permaneçam rentáveis”, afirmou, citado em comunicado.

“Continuaremos a observar de perto a evolução do mercado e a adaptar nossa oferta de forma flexível à procura”, rematou Peter Gerber.

 

 

Comments are closed.