A Lufthansa e a Air China assinaram um acordo para operarem em conjunto todas as ligações entre a Europa e a China. O acordo de code-share, que vigorará a partir do Verão de 2017, representa a implementação do memorando de entendimento assinado em 2014 por ambas as companhias.

lufthansa-air-china

Air China e Lufthansa fazem parte da Star Alliance e este acordo é, também, uma resposta às parcerias da Air France-KLM com a China Southern Airlines e com a China Eastern Airlines. As três companhias são membros da aliança Skyteam.

“Esperamos que a nossa quota de mercado combinada cresça com o aumento de capacidade e que, com isso, vejamos as receitas aumentarem”, afirmou o secretário da Direcção da Air China, Rao Xinyu, no fim da cerimónia de assinatura do protocolo, realizada em Pequim.

De acordo com o mesmo responsável, a Air China é, no presente, a companhia aérea líder nas rotas Europa-China com uma quota de 22%, seguindo-se a Lufthansa com 17%. Aquelas percentagens excluem o Norte da Europa e a Rússia.

O presidente do conselho de administração da Lufthansa, Carsten Spohr, salientou que, “sendo uma companhia de bandeira, a Air China é o parceiro ideal” para a companhia alemã na China. “O reforço significativo vai permitir-nos oferecer vantagens adicionais aos nossos clientes”, acrescentou.

Terceira parceria na Ásia

Esta é já a terceira parceria da Lufthansa na Ásia, depois dos acordos com a ANA (All Nipon Airlines), Japão, e com a Singapore Airlines.

A Lufthansa está a desenvolver esforços para reforçar as rotas entre a Ásia e a Europa.

A parceria agora assinada com a Air China estende-se à Austrian Airlines e à Swiss International Air Lines, filiais da Lufthansa.

 

Comments are closed.