A Luís Simões transferiu a sua sede espanhola de San Fernando de Henares (Madrid) para Gualajara, onde desde este ano dispõe de uma plataforma de 89 mil m2.

“Esta mudança de sede revela a nossa aposta e compromisso com Guadalajara, que é sem dúvida um núcleo logístico de referência na Península Ibérica e no sul da Europa,” jutificou Rui Simões, administrador da Luís Simões, citado em comunicado.

“Para além disso, representa mais um passo na nossa estratégia e responde à nossa ambição de continuar a ampliar as operações no mercado espanhol, oferecendo sempre um serviço integral e de qualidade a todos e a cada um dos nossos clientes, implementando as últimas tecnologias e inovações do sector”, acrescentou

O Centro de Operações Logísticas de Guadalajara, inaugurado no primeiro semestre do ano corrente, integra três naves, com um total de 89 000m2, e respectivos escritórios. O complexo foi projectado para 178 000 paletes e permitir diariamente a entrada de 112 viaturas e a saída de 174. Localizado num dos principais núcleos logísticos da Península Ibérica, permite ligação direta à Autovía A-2, ao Corredor del Henares ou a Madrid.

Conta com as mais recentes ferramentas tecnológicas, que permitem a automatização da expedição de paletes e uma solução especialmente adaptada às exigências da logística para o e-commerce.

A partir de Guadalajara, a Luís Simões aposta em continuar a expandir o seu negócio de transporte e logística na Península, e em particular em Espanha, operando para cada vez mais clientes de dimensão global em diferentes sectores, refere no citado comunicado.

Comments are closed.