As operações logísticas de suporte ao e-commerce deverão representar este ano um volume de negócios de 2,2 milhões de euros para a  Luís Simões, a nível ibérico.

Em linha com a rápida transformação dos hábitos de consumo e, logo, das necessidades dos seus clientes, a Luís Simões tem actualmente mais de 5 000 metros quadrados dedicados em exclusivo ao e-commerce, realizando cerca de 4 000 expedições diárias.

Entre as tarefas realizadas por conta e em benefício dos clientes estão o armazenamento, a preparação de pedidos por unidade, o packaging, a gestão administrativa ou a distribuição.

A aposta neste novo mercado, iniciada em 2013, tem ganho alento à medida que a operadora vai conquistando clientes. A mais recente “aquisição” é a Nestlé Dolce Gusto, em Espanha, que passará a ser servida através da plataforma de Cabanillas del Campo, anuncia a Luís Simões, em comunicado.

Por cá, as plataformas de Vila Nova de Gaia, Carregado e Azambuja também realizam operações de e-commerce para clientes como a Nespresso, O Boticário, a Concentra ou a CR7 Shoes, acrescenta.

 

Os comentários estão encerrados.