A APM Terminals vai aumentar em 20% a capacidade do terminal Maasvlakte II, em Roterdão, até ao fim de 2019, com a colocação de d0is novos pórticos de cais.

Os Super Quay Cranes (SQC) foram entregues no porto holandês no passado mês de Junho e agora serão testados. De acordo com a companhia, quando em pleno funcionamento, com eles o terminal de Maasvlakte poderá trabalhar dois navios Triple E em simultâneo, cada um com cinco SQC.

Construídos pelo consórcio ZPMC/ABB, os novos pórticos de cais oferecem a mesma funcionalidade do que os oito que já operam no terminal no cais de águas profundas: são SQC de trólei duplo de alta velocidade, com controlo remoto e com capacidade dupla e paralela.

Antes de chegar a Roterdão, os guindastes viajaram durante 60 dias a bordo do navio  Zhen Hua 24, desde Xangai, com uma escala em Dunquerque.

Inaugurado em 2015, o Maasvlakte II é um terminal automatizado e ecológico, com emissões zero de CO2.

 

Os comentários estão encerrados.