Este ano, a MacAndrews deverá duplicar o tráfego de contentores em Setúbal, em consequência do reforço do número das escalas semanais, prevê a APS.

MacAndrews

No ano passado, a MacAndrews movimentou no porto do Sado mais de 37 mil TEU, segundo a administração portuária.

Hoje mesmo iniciou-se um novo serviço, que na prática é um reforço da linha UK/Ireland – NWC Portugal & France, com escalas em Liverpool e Bristol, elevando para quatro as escalas semanais para o Reino Unido (uma das quais em parceria com a OPDR).

Mas os planos da MacAndrews para Setúbal não se ficarão por aqui. Num futuro próximo, antecipa a APSS, o porto sadino servirá de porto de transhipment para algumas cargas com origem na Figueira da Foz e destinadas aos mercados do Norte da Europa.

A MacAndrews estreia também esta semana as escalas na Figueira da Foz, mas apenas com ligação ao Reino Unido.

Recorde-se que a MacAndrews se mudou “de armas e bagagens” de Lisboa para Setúbal em Novembro de 2013, na sequência da greve dos trabalhadores portuários na capital. E com isso deu um impulso decisivo ao tráfego de contentores no porto do Sado.

 

Comments are closed.