O “Daily Maersk”, lançado há quatro meses, poderá ser alargado a outras rotas, provavelmente ao Ásia-EUA, ainda este ano, admite o CEO da companhia.

Facto é que os carregadores terão respondido positivamente à nova proposta da Maersk Line, que assim garantiu uma quota de mercado recorde de 19,4% no FE-Europa, no final do ano, garantiu Soren Skou, citado pelo “JoC”.

Originalmente lançado para ligar quatro portos asiáticos a Felixtowe, Roterdão e Bremerhaven, o “Daily Maersk” alargou entretanto a sua cobertura aos portos de Le Havre. Hamburgo e Zeebrugge, ainda que para esses destinos não haja compensações por eventuais atrasos.

Ao abrigo do “Daily Maersk”, a companhia compromete-se a indemnizar, em dinheiro, os carregadores por eventuais atrasos. Uma tal garantia cobre actualmente cerca de 18 000 dos 35 000 TEU que a Maersk Line transporta semanalmente no FE-Europa. Na semana passada, apenas seis contentores terão sido entregues fora do prazo.

O CEO da Maersk Line sublinha que a resposta dos carregadores permitiu encher os cerca de 70 navios que operam no “Daily Maersk”. Agora, acrescentou, o desafio é aumentar a rendibilidade da operação.

O sucesso alcançado poderá animar a companhia a replicar o modelo noutros tráfegos. No ano passado, o então CEO, Eivind Kolding, garantia que isso poderia ser facilmente feito no Ásia-EUA.

O actual CEO, Soren Skou, não descarta essa hipótese, mas disse só no terceiro trimestre do ano corrente é que será tomada uma decisão. “Por ora, não temos planos concretos”, afirmou ao “JoC”.

Comments are closed.