A TradeLens, plataforma de blockchain desenvolvida pela Maersk e pela IBM, vai entrar no mercado russo. O arranque será feito com testes-piloto na região de São Petersburgo.

A chegada da Tradelens à Rússia está prevista no memorando de entendimento assinado entre a Maersk e o Ministério dos Transportes de Moscovo.

As partes esperam que a plataforma de blockchain facilite de forma significativa o comércio internacional. “

O principal resultado da implementação do TradeLens, de acordo com nossas expectativas, deverá ser um aumento na transparência do processo de contratação ao distribuir informações sobre oferta e procura, condições e operações entre muitos participantes dos processos de transporte e logística”, afirmou, após a assinatura do documento, Yuriy Tsvetkov , vice-ministro dos Transportes e responsável pela Agência Federal de Transporte Marítimo e Fluvial da Rússia.

A plataforma visa facilitar a interacção entre carregadores e transportadores e os vários órgãos reguladores e administrativos na Rússia, aumentando a velocidade de tramitação de carga e movimentação de mercadorias através das fronteiras.

A MSC e a CMA CGM anunciaram, no fim de Maio, a adesão à Tradelens. A plataforma passou, assim, a concentrar informação relativa a perto de metade do tráfego marítimo de contentores mundial.

Com mais de uma centena de aderentes actualmente – mas ainda poucas companhias de navegação -, a Tradelens já processa mais de dez milhões de eventos e milhares de documentos todas as semanas, de e para carregadores, transportadores, transitários, operadores de terminais, autoridades aduaneiras, autoridades portuárias, etc..

Tags:

Comments are closed.