A Maersk Line deu o “tiro de partida” do seu plano de investimentos de 15 mil milhões de dólares com a encomenda de sete porta-contentores de 3 600 TEU. Ainda este ano deverá haver mais.

Seago Line

A encomenda foi colocada junto dos estaleiros chineses da Cosco. O valor do contrato não foi divulgado mas sabe-se que o acordo prevê que a Maersk Line possa encomendar mais dois navios iguais no prazo de oito meses.

Os navios agora encomendados serão entregues entre Abril e Novembro de 2017 à Seago Line, a companhia de short sea shipping do grupo Maersk.

Com um comprimento de 200 metros, largura de 35,2 metros e 10 metros de calado, os navios estão preparados para navegarem nas águas geladas do Norte da Europa, além de cumprirem com os limites de emissões das Zonas ECA.

Esta encomenda representa o primeiro passo no plano de investimento da companhia dinamarquesa, de 15 mil milhões de dólares (13,68 mil milhões de euros), a cinco anos, em novos navios, requalificação da frota, contentores e outros equipamentos.

“Estou muito feliz por anunciar esta nova encomenda e primeira do nosso programa de investimento. A nossa estratégia passa por crescermos com o mercado e para o conseguirmos precisamos de novas embarcações a partir de 2017”, afirmou, citado pelo comunicado de imprensa, o COO da Maersk Line, Soren Toft. “Temos expectativa de fazer mais encomendas ao longo de 2015”, acrescentou.

Comments are closed.