A partir de 1 de Janeiro, a Maersk Line integrará os serviços de Supply Chain da Damco. Já em Outubro, as operações regionais serão agregadas sob a marca Sealand.

Maersk prossegue integração de serviços

A AP Moller-Maersk anunciou hoje mais um passo na sua caminhada para se tornar um operador global integrado de transporte de contentores e logística.

Como antecipado, a Maersk Line irá absorver os serviços de Supply Chain da Damco, que por sua vez se focará exclusivamente na actividade transitária (serviços de carga aérea e de transporte marítimo envolvendo vários transportadores).

Estas mexidas entrarão em vigor a 1 de Janeiro de 2019.

Ao mesmo tempo, o grupo dinamarquês anunciou que, já a partir de 1 de Outubro próximo, as marcas regionais de transporte marítimo de contentores – MCC Transport, Sealand e Seago Line – passarão a ser comercializadas como Sealand – A Maersk Company”.

A ideia é reforçar a marca e facilitar o seu reconhecimento pelo mercado.  Na prática, a Sealand passará a representar as operações de short sea shipping e de feedering do grupo à escala mundial.

“Esta integração representa um passo importante no caminho da Maersk para operar como uma companhia integrada. Estamos numa posição privilegiada para oferecer aos nossos clientes soluções que satisfaçam as necessidades de gestão end-to-end das suas cadeias de abastecimento”, enfatizou, a propósito, o CEO da Maerskm Soren Skou.

 

 

Os comentários estão encerrados.