A Maersk Line acaba de lançar o AE19, um serviço combinado marítimo-ferroviário entre a Ásia e o Norte da Europa.

No AE19 os contentores com origem em vários portos asiáticos são concentrados em Vostochniy, no extremo Leste da Rússia, onde são transferidos para comboios, para uma viagem de nove dias até São Petersburgo. A etapa final “devolve” os contentores ao mar para a ligação final entre São Petersburgo e os portos europeus.

A Maersk indica que a oferta combinada proporciona aos carregadores significativos benefícios de tempo de trânsito em comparação com o transporte marítimo, mantendo a competitividade de custos face ao transporte aéreo.

O tempo total de trânsito do AE19 de Busan para Gdańsk é de 18 dias, menos da metade do tempo do serviço convencional somente pelo mar naquela ligação.

O primeiro AE19 transportou mercadorias entre a Coreia do Sul e a Polónia, mas, de acordo com a Maersk, o serviço também pode conectar o Japão e outras origens asiáticas com vários outros portos da Europa próximos de São Petersburgo, como Bremerhaven (Alemanha) ou portos da Escandinávia e países bálticos.

“O AE19 complementa o nosso portfólio de produtos, oferecendo uma solução com um tempo de trânsito altamente atractivo para clientes com cargas sensíveis ao tempo, mantendo custos competitivos”, sublinhou o director-geral da Maersk para o Este europeu, Zsolt Katona.

 

Tags:

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*