A Maersk anunciou a Value Protect, uma solução alternativa ao seguro de carga, que aumenta as probabilidades de os clientes serem ressarcidos pelos danos.

Maersk lanla Value Protect

Válida enquanto a carga estiver sob os cuidados e custódia da Maersk, a Value Protect cobre perdas ou danos de cargas em casos como incêndio, acidentes devidos ao perigo marítimo, roubo, desastres naturais, incidentes cibernéticos, atrasos e outros que seriam excluídos sob os termos convencionais de transporte.

A Value Protect pode funcionar como um substituto ou um complemento ao seguro “normal” de carga. Sem documentação adicional, os clientes que enviem cargas com a Maersk seleccionam, por um preço fixo, o “pacote” que responda melhor às suas necessidades e este fará parte da sua factura.

A companhia dinamarquesa dá conta que a Value Protect pode ser contratada para commodities embarcadas em contentores secos ou refrigerados. A solução já está disponível em vários países e será gradualmente implementada em todo o mundo nos próximos seis meses.

“As convenções internacionais limitam a responsabilidade das transportadoras e estabelecem possíveis tectos de pagamento. Ao comprar a Value Protect, os nossos clientes terão paz de espírito para que mesmo que um evento imprevisível aconteça, possam ficar tranquilos sabendo que seus negócios estão protegidos”, afirma, citado em comunicado, Klaus Rud Sejling, chefe de logística e serviços da Maersk.

A companhia dinamarquesa indica que cerca de 30% da carga que se move no oceano não tem seguro.

 

Os comentários estão encerrados.