A Maersk Line garantiu todas as autorizações necessárias para adquirir a alemã Hamburg Süd. A conclusão do acordo chega um ano após o negócio ter sido veiculado pela companhia dinamarquesa e permite-lhe reforçar a liderança mundial.

maersk-hamburg-sud1

A Maersk informou que obteve a aprovação regulamentar necessária em 23 jurisdições, com a aprovação final a ter chegado da Comissão do Comércio da Coreia do Sul no início da semana passada.

A aquisição custará à Maersk 3 700 milhões de euros. A companhia indica que a operação permitirá sinergias operacionais a rondar 300 milhões de euros a partir de 2019.

Já com a adição dos 105 navios da Hamburg Süd, a frota alargada da Maersk Line (entre propriedade directa e contratos de fretamento) conta agora com 778 navios. A capacidade total de transporte de contentores aumentou para 4,16 milhões de TEU.  .

A Maersk Line reforça assim a liderança no ranking elaborado pela Alphaliner, com uma quota de mercado (em termos de capacidade de oferta) de 19,4%, estando agora mais longe da MSC, sua parceira na aliança 2M, que detém uma quota de 14,6%.

“Com a aprovação final da aquisição, alcançamos um marco importante na nossa estratégia de nos tornarmos uma companhia integrada de transporte e logística que oferece um crescimento sustentável. Estes são tempos verdadeiramente emocionantes e estamos ansiosos para dar os primeiros passos em frente como uma companhia”, referiu, em comunicado, Søren Skou, CEO da AP Moller Maersk.

“A Hamburg Süd é uma excelente marca com produtos de alta qualidade. Ao combinarmos os nossos dois negócios, reforçaremos as posições globais de ambas as companhias e aumentaremos a nossa oferta de serviços aos clientes”, concluiu Søren Skou.

 

 

Comments are closed.