A Maersk Line e a IBM anunciaram uma parceria para a desmaterialização do fluxo de informação associado ao transporte  de contentores, cm base na tecnologia “blockchain” .

Infographic The Paper Trail of a Shipping Container

A IBM indica que, a partir do fim de 2017, colocará a nova solução ao dispor do sector dos transportes e da logística, ajudando à gestão e monitorização do workflow de dezenas de milhões de contentores em todo o mundo através da digitalização de todo o processo da cadeia de abastecimento.

De acordo com a companhia, a solução foi desenvolvida para reduzir erros e fraude, além de poupar tempos de inventário, de carga e descarga e de trânsito. Traduzidas em dinheiro, tais poupanças poderão atingir milhares de milhões de dólares à escala global, reforça.

“Como um integrador global de logística de contentores com a ambição de digitalizar o comércio global, estamos entusiasmados com esta cooperação e o seu potencial de aumento substancial da eficiência e da produtividade das cadeias de abastecimento globais, ao mesmo tempo que reduz a fraude e aumenta a segurança”, refere, citado em comunicado, o Chief Digital Officer da Maersk, Ibrahim Gokcen.

“Os projectos que estamos a desenvolver com a IBM têm como objectivo a exploração de tecnologias disruptivas como o ‘blockchain’ para resolver problemas reais dos clientes e criar modelos de negócio inovadores para todo o sector. Esperamos que as soluções nas quais estamos a trabalhar não apenas reduzam o custo dos bens para os consumidores, mas também tornem o comércio global mais acessível a um grande número de operadores, tanto dos países emergentes como dos países desenvolvidos”, acrescenta Gokcen.

 

 

Tags:

Comments are closed.