A Maersk Line e a MSC actualizaram a informação sobre a oferta de serviços da aliança 2M, com arranque previsto para meados de Janeiro. Confirma-se que Sines será o porto de escala de três serviços: um no Ásia-Norte da Europa e dois no Mediterrâneo-América do Norte.

A MSC desde sempre tem operado no Terminal XXI (a TIL é parceira da PSA na concessão). Já para a Maersk Line, as escalas regulares em Sines serão uma novidade.

No Ásia-Norte da Europa, Sines integrará a rotação westbound do Lion Service (na terminologia da MSC). Será o primeiro porto europeu a receber os navios provenientes de Ningbo, Xangai, Xiamen, Chiwan, Nansha, Yantian e Tanjung Pelepas.

Na comparação com a situação vigente, o porto alentejano perderá as escalas do Lion Service à exportação. E é este o único serviço directo a ligar Portugal à R.P. China.

No que concerne às ligações entre o Mediterrâneo e a América do Norte, Sines e o Terminal XXI mantêm-se como acolhendo dois serviços da nova aliança.

No MedUSEC, Sines continua como o último porto europeu antes de os navios cruzarem o Atlântico em direcção a Nova Iorque, Boston, Baltimore, Norfolk, Savannah e Charleston.

No caso do MedGulf, Sines será o último porto europeu à exportação e o primeiro à importação, nas ligações com Freeport, Port Everglades, Veracruz, Altamira, Houston e New Orleans.

A aliança 2M propõe-se realizar 23 serviços semanais na East-West, operando uma frota de 193 navios, com uma dimensão média de 12 000 TEU e uma capacidade agregada de 2,4 milhões de TEU.

Tags:

Comments are closed.