A Maersk Line, número um mundial no transporte marítimo de contentores, estará disponível e interessada em avaliar a compra da Hamburg Süd, que o grupo Oetker pretenderá vender.

Maersk

“A Maersk avaliará a Hamburg Süd se for posta à venda”, referiu uma fonte conhecedora do processo, citada pelo “WSJ”. “Estão interessados em comprar a marca, que inclui os navios, a carteira de clientes e o pessoal da Hamburg Süd”, reforçou a mesma fonte.

Os dirigentes da Maersk Line já deixaram bem clara a intenção da companhia de crescer, e ganhar quota de mercado, por aquisições de outros operadores, mais do que pela encomenda de novos navios.

Com uma quota de mercado de 3%, em termos de capacidade, a Hamburg Süd permitiria à Maersk Line reforçar a sua posição de líder mundial e descolar um pouco mais da sua rival e parceira na aliança 2M, a MSC.

Por outro lado, a Hamburg Süd têm uma presença valiosa no mercado da América Latina (que a Maersk Line prevê ir crescer no futuro próximo) e nas suas ligações à Ásia, América do Norte, Europa e Austrália.

No horizonte poderão, todavia, surgir novos interessados na Hamburg Süd. Recorde-se que a Cosco e a Hapag-Lloyd já estiveram em rota de consolidação com a companhia germânica e ambas estão apostadas em crescer.

 

Comments are closed.