APM Terminals, Terminal Link, PSA International e Terminal Investment Limited são os operadores pré-seleccionados pela Autoridade do Canal do Panamá (ACP) para a concessão do porto de Corozal.
Porto de Corozal

O vencedor do concurso terá de projectar, desenvolver, financiar, construir, operar e manter o terminal de contentores daquele porto, que será localizado à entrada/saída do Canal do Panamá, no lado do Pacífico, que terá como objectivo estratégico tornar-se um hub para a costa Oeste da América Latina.

A APM Terminals é, como se sabe, o “braço” de operação portuária da Maersk Line, o mesmo acontecendo com a Terminal Link relativamente à CMA CGM e com a TIL relativamente à MSC.

“O resultado deste processo demonstra o potencial do porto de Corozal e em especial a confiança dos maiores operadores portuários mundiais”, referiu, citado em comunicado, o CEO da ACP, Jorge Quijano.

Além dos quatro operadores escolhidos, manifestaram interesse no projecto dentro do prazo previsto (até 11 de Março passado) a Mitsui OSK Lines (MOL), a Manzanillo International Terminal e a Ports America Terminal Holdings II.

O projecto do porto de Corozal contempla a construção, em duas fases, de um terminal com cerca de dois mil metros de cais, capaz de operar em simultâneo até cinco navios post-panamax e de movimentar até cinco milhões de TEU por ano.

Comments are closed.