A Yang Ming aumentou os prejuízos em 2016. É preciso recuar a 2013 para encontrar as contas da companhia no verde, o que, avisam os analistas, aumenta a urgência da anunciada capitalização pelo governo de Taiwan.

yang-ming

Os prejuízos da Yang Ming no ano passado ascenderam a 14,9 mil milhões de dólares de Taiwan (458 milhões de euros), quase o dobro dos 7,7 mil milhões de dólares de Taiwan (236 milhões de euros) de 2015.

As receitas operacionais caíram para 115,4 mil milhões de dólares de Taiwan (3,5 mil milhões de euros) em 2016, face aos 128,4 mil milhões de dólares de Taiwan (3,9 mil milhões de euros) no exercício anterior.

Estes números sublinham a urgência da recapitalização da Yang Ming pelo Estado de Taiwan. “Aguardam-se acções da companhia e das autoridades de Taiwan sobre o início do processo de recapitalização”, referiu, em declarações ao portal “Splash”, Raul Kapoor, director da Drewry Financial Research Services.

“É claro que mudanças importantes devem ser implementadas em 2017 na Yang Ming se se pretender que o plano de recapitalização anunciado em Janeiro seja mais do que uma salvação temporária face à concorrência de grandes companhias”, escreveu na rede social Linkedin o CEO da SeaIntelligence Consulting, Lars Jensen.

Recorde-se que o Estado de Taiwan vai incrementar a sua participação na Yang Ming para a casa dos 39%, através da injecção de dinheiro fresco, para ajudar à viabilidade financeira da companhia. Esta injecção foi anunciada em Fevereiro e aguarda-se agora que avance.

 

 

 

 

 

Comments are closed.