A MAN eTGE já tem livro de encomendas aberto em Portugal e Espanha, apurou o TRANSPORTES & NEGÓCIOS junto de fonte da filial da marca alemã.

A MAN eTGE, versão eléctrica do primeiro furgão do construtor alemão, teve o arranque de produção em Julho, na fábrica de Wrzesnia (Polónia).

As primeiras carrinhas eléctricas da MAN estarão de imediato disponíveis nas áreas metropolitanas da Alemanha, Áustria, Bélgica, França, Noruega e Holanda. Mas o mercado ibérico surge já numa segunda vaga. As primeiras unidades com matrícula portuguesa poderão chegar no início de 2020.

Com capacidade de carga de 950 a 1 700 kg, a MAN eTGE tem motor de 100 kW (135 cv) de tracção dianteira e uma autonomia anunciada de 160 km. Com uma velocidade máxima de 90 km/h e um consumo de 20 kWh/100 km, a bateria demora nove horas a carregar numa tomada doméstica, 5h30 num carregador e 45 minutos a carregar a 80% num carregador rápido (de 40 kW).

“Com manutenção adequada, as baterias recarregáveis de 36 kWh perdem apenas 15% da sua capacidade após dez anos e cerca de 2 000 ciclos de carregamento”, de acordo com a marca do grupo Volkswagen.

Em relação à autonomia, a MAN indica que “cerca de 70% dos veículos comerciais ligeiros utilizados em áreas urbanas percorrem menos de 100 km por dia, em média”, o que significa que “a autonomia teórica do veículo de até 160 km permite cobrir cerca de três quartos do transporte no centro urbano”.

Os preços para Portugal não foram ainda dados a conhecer, mas aquando do arranque da produção os valores avançados para o primeiro grupo de mercados foi de 69 500 euros (distância entre eixos normal e tecto alto).

 

 

 

Comments are closed.