Manuel Queiró, presidente da CP, será a partir de agora também o presidente da CP Carga, em substituição de Aires São Pedro, apurou o TRANSPORTES & NEGÓCIOS.

Manuel Queiró será o administrador único da empresa, que assim deixa de ter um Conselho de Administração de três elementos, como acontecia desde que foi fundada.

As funções executivas da gestão da CP Carga ficarão a cargo de um director-geral, que em princípio sairá do anterior CA. O nome de que se fala é o de Maria João Tender, apurou também o TRANSPORTES & NEGÓCIOS.

A CP Carga deverá ser este ano privatizada. O que explicará também o facto de ser o presidente da CP a acumular a liderança da operadora de transporte de mercadorias.

Porque as mudanças nas cúpulas das empresas do grupo CP não se ficarão por aqui. Para simplificar a estrutura, todos os administradores da CP acumularão doravante a administração de empresas participadas, ficando a gestão do dia-a-dia confiada a um director-geral.

Na EMEF, Cristina Dias tomará o lugar do administrador único Pontes Correia (que regressa à CP), ficando Castanho Ribeiro como director-geral.

Na Fernave, Maria João Calado Lopes assume a presidência, substituindo Rui Lucena, que passa a director-geral.

Na Ecosaúde, Isabel Vicente é a nova presidente, tendo como director-geral o seu antecessor, Eduardo Pereira.

Os administradores da CP não serão remunerados pela acumulação de funções nas participadas.

Comments are closed.