Centena e meia de peças metálicas destinadas ao estádio Arena de Manaus, no Brasil, foram embarcadas no porto de Aveiro, numa operação que se prolongou por três dias.

As estruturas metálicas, com um peso total de cerca de 1 600 toneladas, foram carregadas a bordo do HC Nadja Maria, um navio de 130 metros de comprimento, agenciado pela Trana.

A operação de carga processou-se no terminal de granéis sólidos do porto de Aveiro e esteve a cargo da Socarpor.

As peças foram produzidas pela Martifer, tendo o transporte rodoviário até ao porto sido assegurado pela Laso, empresa especializada no transporte de cargas de grandes dimensões.

A Olicargo foi o agente transitário responsável pela montagem de toda a operação logística desde a unidade industrial da Martifer, em Oliveira de Frades, até ao destino brasileiro.

Fruto do know-how e da experiência desenvolvida com o “Euro 2004”, e não só, a Martifer está envolvida na construção de vários estádio do Mundial 2014, no Brasil, essencialmente fornecendo as coberturas. São os casos dos estádios do Grémio de Porto Alegre, do Castelão (Fortaleza), Fonte Nova e Arena de Manaus.

Comments are closed.