A MDS, multinacional de origem portuguesa líder na corretagem de seguros e consultoria de riscos, passou a disponibilizar um serviço de análise e avaliação dos programas de seguros das empresas participantes nas missões empresariais da CCIP.

O objectivo é, segundo, a MDS, identificar o grau de adequabilidade de tais programas aos riscos a que a empresas estão expostas e as melhores soluções para os minimizar.

Entre os principais riscos associados à exportação e à internacionalização que as empresas têm de ter em atenção e proteger-se estão, segundo a corretora, os seguintes: Legais e Regulatórios; Políticos; Continuidade do Negócio; Colaboradores; Crédito; Responsabilidades diversas; Entrega dos produtos; Cyber Risk; Perdas cambiais; Transferência de divisas; Políticas Aduaneiras ou Defesa da Marca e da Propriedade Intelectual.

“A globalização dos mercados e a internacionalização dos negócios trazem consigo novas oportunidades para as empresas. Contudo, cada mercado acarreta uma multiplicidade de riscos decorrentes dos contextos económicos, sociais, legais, regulatórios e políticos específicos. Assim, é necessário que os empresários e gestores assegurem a protecção adequada dos seus activos de forma a garantir o sucesso das suas operações. Sem uma correta análise desses riscos e a sua mitigação ou eliminação, a sustentabilidade das empresas pode estar em causa”, refere, citado em comunicado de imprensa, Mário Vinhas, Deputy Executive Director da MDS Portugal.

 

 

 

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*