O novo terminal Vado Gateway da APM Terminals, o primeiro terminal semi-automatizado de Itália, recebeu o primeiro serviço comercial.

A escala do navio M/V Maersk Kota marcou o início das operações do novo terminal de contentores de águas profundas, que havia sido inaugurado em Dezembro último. O navio de 6 400 TEU foi o primeiro dos sete navios do serviço semanal ME2 da Maersk, que liga o Mediterrâneo ao Médio Oriente e à Índia, a escalar o terminal. A partir do próximo mês, o Vado Gateway receberá, além do ME2, o serviço MMX, também da Maersk, que liga o Mediterrâneo e o Canadá.

Com um investimento total de 450 milhões de euros, estas instalações são consideradas uma das mais importantes infra-estruturas portuárias construídas na Itália nas últimas décadas.

A APM Terminals Vado Ligure considera que o novo terminal de contentores “fortalece a competitividade” do sistema portuário italiano e representa um centro estratégico para a nova Rota da Seda, ligando os mercados do Norte de Itália, Suíça, Alemanha e Nordeste da França com o Extremo Oriente.

A APM Terminals, com uma participação de 50,1%, investiu 180 milhões de euros no projecto, com os parceiros chineses Cosco Shipping Ports a controlarem 40% e Qingdao Port International 9,9%.

 

 

Comments are closed.