Um contentor, um, é agora o bastante para qualquer transitário utilizar os serviços da Medway. A operadora ferroviária aposta em fazer crescer o mercado para chegar depressa aos lucros.

CP Carga

No primeiro ano de actividade, a Medway (ex-CP Carga) logrou reduzir os prejuízos, de 11 milhões para apenas dois milhões de euros, anunciou Carlos Vasconcelos, o líder da empresa. Foi melhor que o esperado, confessou, e de longe o melhor resultado alguma vez registado na longa história da que já foi a operadora incumbente.

A melhoria dos resultados foi consequência do aumento da eficiência e do crescimento da actividade. E aqui Carlos Vasoncelos destaca a forte aposta nos comboios multicliente, no serviço multimodal de contentores, numa oferta dirigida aos carregadores, ou transitários que não têm volumes suficientes para contratar comboios completos. Será também essa, além do mais, uma forma de retirar mais cargas da estrada, sustenta.

A Medway quer ser líder ibérica e chegar mesmo além-Pirinéus, mas isso não significa descuidar o mercado interno. Pelo contrário. Se a Takargo, c0ncorrente privado, conseguiu ganhar alguns negócios que eram da CP Carga, a Medway prepara-se para operar um serviço entre Irivo e o Louriçal, que era da operadora da Mota-Engil.

E se a Takargo dispõe de locomotivas interoperáveis para actuar nos tráfegos ibéricos, a Medway também as terá, quatro, a partir de Maio, num investimento (leasing) de 15 milhões de euros. De resto, já antes, ainda em Fevereiro, deverá arrancar um novo serviço regular entre Portugal e Espanha.

Mas Carlos Vasconcelos acredita que haverá espaço para todos crescerem, tão reduzido é o actual mercado de transporte ferroviário e  tamanho é o espaço de progressão.

Em tempo de primeiro balanço do primeiro ano de actividade (os números definitivos serão conhecidos nos próximos dias), Carlos Vasconcelos insistiu nas críticas ao gestor da infraestrutura, por causa dos aumentos das taxas de uso, mas mais ainda por causa dos pagamentos devidos mesmo quando os comboios não se realizam. À atençao do regulador, deixou.

Comments are closed.