A Medway M&R realizou no primeiro ano de actividade 1 150 intervenções em locomotivas diesel e 11 575 intervenções em vagões, anunciou a empresa.

Em comunicado, a Medway M&R detalha que as intervenções no material circulante da Medway – Operador Ferroviário de Mercadorias implicaram, em média, 21 horas de trabalho por cada locomotiva e 6 horas por cada vagão.As operações realizaram-se nas oficinas da empresa, mas também um pouco por todo o país, com o recurso a equipas móveis que realizaram cerca de 10 mil km/mês.

“A Medway M&R nasceu para responder às necessidades de manutenção de material circulante ferroviário de transporte de mercadorias, recuperando e assegurando a sustentabilidade desta área de actividade no País. E é com muita satisfação e orgulho que completamos o nosso primeiro ano de actividade. O balanço é muito positivo ao ter permitido a manutenção dos níveis de actividade associada ao transporte ferroviário previsto, apesar do contexto desafiante que vivemos nos últimos meses, pelo que agradeço a toda a equipa a sua dedicação e resiliência”,
salienta Paulo Alves, director da empresa, citado no comunicado.

A Medway Maiternance & Repair conta hoje 90 trabalhadores no quadro. Além disso, a empresa adquiriu serviços a mais de 100 fornecedores nacionais e internacionais, estendendo a rede de parceiros e fomentando a cooperação com empresas do ramo, inclusive com a própria CP.

O primeiro ano fica ainda marcado pela certificação como Entidade Responsável pela Manutenção de Vagões (ERM) nas quatro funções que a compõem, e pela aposta na digitalização.

A Medway – Operador Ferroviário de Mercadorias conta, entre outras, com 20 locomotivas a diesel que realizam, por ano, cerca de 25 mil horas de funcionamento, 240 mil de Km para uma actividade de 135 milhões de toneladas/km, e 2.360 vagões que realizam, por ano, cerca de 70 milhões de Km para uma actividade de 3.000 milhões de toneladas/km.

 

 

 

Comments are closed.