Pouco mais de meio ano volvido, a ALB volta a ser cliente da Medway (ex-CP Carga). Mas a parceria com a Takargo mantém-se, apurou o TRANSPORTES & NEGÓCIOS.

ALB

A Medway anunciou hoje, em  comunicado, ter recuperado “o seu segundo melhor cliente da área dos contentores”, a ALB – Área Logística da Bobadela, para quem, desde ontem, passou a assegurar o transporte de contentores aos “portos onde este operador logístico exerce a sua actividade: Lisboa, Leixões, Sines e Setúbal, bem como Badajoz”.

“Este anúncio vem reforçar o nosso objectivo em crescer e desenvolver a actividade, criando parcerias com os clientes, alicerçadas em confiança e garantia de serviço”, comentou, citado no referido comunicado, Carlos Vasconcelos, presidente do CA da Medway.

O anúncio põe termo a um “divórcio” de pouco mais de seis meses, tornado público quando, em meados do ano passado, a ALB trocou a Medway pela Takargo, contratando com esta a utilização em exclusivo de duas locomotivas Euro4000 e respectivos vagões.

A Medway recuperou o cliente mas a Takargo não o perdeu, ao que o TRANSPORTES & NEGÓCIOS logrou apurou. Fonte da Takargo garantiu que o contrato existente não foi denunciado por qualquer das partes, admitindo embora alguns ajustamentos na produção de comboios em resultado da nova situação.

No mesmo sentido, Lourenço Silva, administrador da ALB, asseverou ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS que “a parceria com a Takargo não acabou, continuamos com alguns corredores”. “A opção [de contratar com a Medway] é meramente comercial e operacional, mediante a malha logística”, acrescentou.

O “regresso” da ALB à Medway terá a ver com a forte aposta da ex-CP Carga nos comboios multicliente, que se tornam uma opção mais vantajosa para os clientes quando não têm volumes que justifiquem a formação de comboios-bloco. O acordo existente entre a ALB e a Takargo, ao invés, assenta precisamente na realização de comboios-bloco.

 

 

Tags:

Comments are closed.