O estado de Vitória, na Austrália, vai investir em unidades de produção de energia solar para abastecer a rede de metro ligeiro de Melbourne.
Melbourne - Metro

As unidades terão capacidade para produzir 75 megawatts (MW) de electricidade renovável, permitindo uma redução estimada de 80 mil toneladas por ano de emissão de gases de efeito de estufa.

O concurso para a construção das unidades de produção de energia solar será lançado ainda no primeiro semestre deste ano. As “quintas” estarão operacionais até ao final de 2018.

A energia assim produzida será lançada na rede. Mas o estado de Vitória comprará 35 MW, o equivalente ao consumo da rede de metro ligeiro de Melbourne.

Com uma frota de mais 400 veículos, Melbourne – que, com quatro milhões de habitantes, é a segunda cidade mais populosa da Austrália – é muitas vezes descrita como tendo a maior rede de metro ligeiro do mundo.

Este projecto faz parte do objectivo do Governo do Estado de Vitória de ter zero emissões líquidas até 2050.

Recentemente a Holanda anunciou também a intenção de alimentar os comboios do país unicamente com energia produzida a partir de fontes renováveis, no caso a energia eólica.

 

 

 

Comments are closed.