A ministra do Mar reúne-se na próxima sexta-feira, em Leixões, com a comunidade portuária, o sindicato local e o SEAL para debater a greve dos  estivadores.

Ministra reúne em Leixões com estivadores e comunidade portuária

 “Já conversei com o presidente do SEAL [Sindicato dos Estivadores e da Actividade Logística] para perceber o que poderia ser feito. Pedi uma nova auditoria à ACT [Autoridade para as Condições do Trabalho] e vou a Leixões, na sexta-feira, para reunir com a comunidade, com o sindicato maioritário e com o SEAL”, disse Ana Paula Vitorino, durante uma audição parlamentar na Comissão de Agricultura e Mar.

A governante sublinhou que o objectivo do encontro é “chamar à razão” as partes envolvidas para que “o problema possa ser ultrapassado”.

Ana Paula Vitorino vincou que a greve afecta “vários serviços e a credibilidade” dos portos nacionais, bem como o abastecimento das regiões autónomas, e sublinhou que, de modo a mitigar os efeitos da paralisação, vai ser decidido um maior número de serviços mínimos.

O SEAL tem em curso uma greve, que está a afectar particularmente os portos de Lisboa e Setúbal, contra as “práticas anti-sindicais” verificadas em Leixões e em portos das regiões autónomas. O sindicato alega, nomeadamente, a perseguição e discriminação dos estivadores seus associados.

Apesar dos protestos e das denúncias do sindicato, e das dificuldades operacionais sentidas (até pelo maior afluxo de navios e cargas) o porto nortenho tem funcionado e servido como alternativa a Lisboa para o trânsito das mercadorias.

Neste contexto, a ida da ministra do Mar a Leixões, e o pedido de uma nova auditoria à ACT (a anterior não terá detectado irregularidades, com os resultados a serem criticados pelo SEAL), poderá ser entendido como um reconhecimento de que ali existem problemas e de que ali poderá estar a chave para resolver a greve  de Lisboa e Setúbal.

O TRANSPORTES & NEGÓCIOS sabe que, recentemente, Ana Paula Vitorino chamou a Lisboa, para uma “conversa particular”, o dirigente do sindicato dos estivadores de Leixões.

 

 

Este artigo tem1 comentário

  1. Os estivadores sao muito bons para destruir o Pais e por em causa os postos de trabalho das outras pessoas.
    Nao se importam em destruir o que os outros fazem, nem respeitam o proximo.
    Seria bom que alguem com pulso ponha termo a esta
    brincadeira de mau gosto.
    Quando conseguirem destruir tudo, nem para eles fica nada.