A ministra do Mar quer Sines a competir com Algeciras e Roterdão. Para isso, a ampliação do Terminal XXI e o lançamento do concurso para o novo terminal de contentores deverão avançar nos próximos meses.

MSC Zoe

 

“Estamos a querer entrar no campeonato de Algeciras, de Roterdão. Deixámos de ter dezenas de TEU, deixámos de ter centenas de milhares, estamos no campo dos milhões de TEU”, afirmou Ana Paula Vitorino, em entrevista à “Lusa”.

Um novo terminal está incluído na “consolidação de estratégia” e de “potenciar alguma concorrência”, justificou a governante, que quer antecipar para este ano, em vez de 2018, o lançamento do concurso público.

“Não é uma corrida, mas é uma batalha que temos de vencer em termos de competitividade e antecipar o crescimento económico do nosso país”, referiu a ministra, revelando esperar “dentro em breve” a documentação solicitada ao concessionário [PSA Sines] no processo de aumento da capacidade do actual terminal XXI.

À entrega da documentação segue-se a definição da capacidade necessária, dos equipamentos a utilizar, “quanto mais cais” é preciso ter e períodos de tempo para os trabalhos. Para o Estado será ainda definida uma contrapartida em termos de número de anos de concessão, que reflectirá a capacidade de amortização do novo investimento.

“Esse processo já está iniciado e eu estou convencida de que durante os próximos meses estará concluído para que depois se possa dar origem ao investimento em si e aumentar a capacidade”, afirmou a ministra, que caracterizou como urgente o investimento no porto, apelidado de “elefante branco” há 10 anos e que agora é um “sucesso em termos portuários e de logística”.

Ana Paula Vitorino lembrou que em Sines se passou de um movimento de 20 mil TEU, em 2005, para mais de 1,5 milhões de TEU, em 2016, pelo que, se estes níveis continuarem, “dentro de pouco tempo estará esgotada a capacidade” da infra-estrutura.

This article has 1 comment

  1. A Ministra do Mar especializou-se em promessas populares em vez de renegociar as concessões dos terminais de contentores, tenho a certeza que não conhece a diferença de tamanho entre os terminais do Mediterrâneo e do Mar do Norte, ou seja, para a Engª Ana Paula Vitorino, Algeciras e Valência têm igual movimento a Hamburgo e Antuérpia já para não dar exemplo de Roterdão que movimenta num só mês o mesmo que Sines num só ano, é o tempo da SILLY SEASON” NO MINISTÉRIO DO MAR, só visto