A Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique comprou na China mais 70 carruagens e vagões para operarem nas linhas do Centro e Sul do país, anunciou o presidente da companhia, Victor Gomes.

Moçambique - CFM

Trinta e uma carruagens seguirão para a região Centro, para entrarem ao serviço nas linhas de Sena e Machipanda, enquanto as restantes permanecerão na capital moçambicana, para servirem nas linhas de Chicanda, Goba e Ressano Garcia.

No decurso da cerimónia de apresentação das primeiras carruagens e vagões, realizada na segunda-feira passada em Maputo, o presidente da empresa estatal salientou que, com a chegada do material circulante adquirido na China, a rede ferroviária do Sul passará a dispor de 63 carruagens para transporte de passageiros.

O material circulante entrará em operação à medida que for chegando proveniente da China.

Em 2014, a Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique comprou 10 carruagens, um número que se tornou insuficiente dada a elevada procura. Segundo o “Notícias”, de Maputo, apenas no percurso Matola/Maputo há mais de 100 mil passageiros por dia.

Tags:

Comments are closed.