Cumpridas as últimas formalidades legais, a Terminales Portuarios Euroandinos, controlada pela Mota-Engil, deverá iniciar as obras de construção do terminal de contentores do porto peruano em meados deste mês, o mais tardar em Fevereiro.

A informação foi avançada pelo presidente da autoridade portuária de Paita, na região peruana de Piura. A última autorização necessária foi dada nos últimos dias de Dezembro, com a emissão do Certificado de Inexistência de Vestígios Arqueológicos (CIRA, na denominação original).

A partir daqui a Terminales Portuarios Euroandinos poderá iniciar as obras. Prevista é a construção de um frente de cais com 300 metros de comprimentos e fundos de -13 metros. O terminal de contentores será servido por um terrapleno de 12 hectares e equipado com os necessários pórticos de cais e de parque.

O investimento total ascende a 150 milhões de euros. O contrato de concessão do porto de Paita foi assinado em Setembro de 2009. A concessão é válida por um período de 30 anos.

O porto de Paita é o segundo do Peru, com uma capacidade instalada de 200 mil toneladas de carga geral e granéis líquidas. De acordo com a autoridade portuária, o movimento de contentores atingiu os 150 mil TEU. O novo terminal de contentores terá uma capacidade de 500 mil TEU/ano.

Comments are closed.