O movimento de contentores nos portos mundiais deverá crescer 4% ao ano nos próximos cinco anos, antecipa a Drewry.

Terminais de contentores movimentarão mais 200 milhões de TEU em 2023

A ser assim, avança a Drewry, a procura global nos terminais de contentores aumentará dos 784 milhões de TEU registados em 2018 para 973 milhões de TEU em 2023. Na prática, serão mais 200 milhões de TEU num espaço de cinco anos.

A consultora sublinha o contraste com as taxas de crescimento verificadas no início do século, quando o movimento de contentores nos portos crescia a 9% ao ano. Depois aconteceu a crise financeira…

Mesmo a crescer metade, a procura aumentará o dobro do que se prevê para a oferta. Para o mesmo período (2019-2023), a Drewry projecta um crescimento da capacidade de movimentação de contentores de apenas 2% ao ano.

A projecção considera apenas os investimentos já confirmados, mas demonstra a fraca apetência dos investidores pelo desenvolvimento de projectos de raiz.

A Drewry sublinha que em vez do aumento rápido de capacidade, o sector assiste a um momento de consolidação de portos e terminais em grandes grupos.

Em consequência dos diferentes ritmos da oferta e da procura, a taxa de utilização média da capacidade dos terminais deverá crescer, dos 70% de 2018 para os 79% em 2023. E atingir os 100% em algumas regiões da China.

This article has 1 comment

  1. luís pereira

    Por culpa da Ministra do Mar Ana Paula Vitorino os portos portugueses estão atrasados nos investimentos face aos congéneres europeus nomeadamente os espanhóis nossos principais concorrentes directos, nos contentores, etc, etc