A MPC Container Ships, um novo armador resultado do investimento da alemã MPC Capital, anunciou a aquisição de sete porta-contentores e planos para comprar mais seis.

MPC Container Ships

O investimento da companhia ascende a 38 milhões de dólares (33,9 milhões de euros) até agora. A frota da MPC Container Ship é composta, para já, pelos navios gémeos AS Laetitia e AS Laguna, com 966 TEU; pelo Rickmers Malásia (a ser renomeado AS Fortuna), de 1 300 TEU; pelo Rio Taku, com 2 556 TEU; pelos gémeos AS Carinthia e AS Cardonia, com 2 824 TEU; e por um navio com capacidade para 2 100 TEU construído em 2007.

A companhia já recebeu cinco navios, estando as restantes entregas agendadas para até ao fim de Junho.

De acordo com a MPC, com excepção do AS Laetitia, todos os navios estão alocados em fretamento por valores iguais ou superiores aos da média do mercado.

A companhia indica ter, além disso, acordos para a aquisição de outros seis navios, quatro com capacidade para 2 800 TEU, um de 2 500 TEU e outro de 1 200 TEU.

A MPC destinou, até agora, 80 milhões de dólares (71,4 milhões de euros) para aquisição de frota, após o aumento de capital, com colocação privada, para 100 milhões de dólares (89,2 milhões de euros) em Abril.

A MPC Container Ships foi registada, em Abril, em Oslo, tendo como objecto social a propriedade e a operação de navios feeder com capacidades entre 1 000 e 3 000 TEU. A companhia tem como objectivo entrar na bolsa de valores no final deste ano.

 

 

Comments are closed.