A MSC estará na iminência de contratar com estaleiros sul-coreanos a construção de 11 navios porta-contentores de 22 000 TEU.

MSC Zoe

A notícia é avançada pelo “Tradewinds”, que cita brokers não identificados, que dão o negócio como “praticamente decidido”.

O contrato, com um valor global estimado em 1,5 mil milhões de dólares, será dividido entre a Samsung Heavy Industries (que construirá seis navios) e a a Daewoo Shipbuilding & Marine Engineering (que assegurará os restantes cinco).

A confirmar-se, este negócio segue de muito perto a encomenda de até nove navios de 22 mil TEU colocada há dias pela CMA CGM junto de dois estaleiros chineses.

A MSC, recorde-se, é parceira da Maersk Line na 2M, sendo que a companhia dinamarquesa, número um mundial, já descartou a colocação de novas encomendas nos tempos mais próximos por considerá-las injustificadas.

A SeaIntel foi a mais recente consultora a alertar para os riscos do regresso do excesso de capacidade no Ásia-Norte da Europa.

Comments are closed.