A adesão da MSC ao serviço que a CMA CGM e a CSAV operam conjuntamente no trans-Pacífico representa mais um passo no aprofundamento da parceria “a três” anunciada em Julho passado.

Hoje mesmo terá partido do porto de Chiwan o primeiro navio das duas novas rotações do serviço conjunto que liga a Ásia ao México, à América Central e a Costa Oeste da América do Sul.

Ao abrigo do acordo, o serviço passa a conter com duas rotações. Uma operada por 11 navios de 8 500 TEU (um da CMA CGM, dois da CSAV e oito da MSC) e a outra realizada com dez navios de 6 500 TEU (três da CMA CGM e sete da CSAV).

As novas rotações são as seguintes: Loop 1: Chiwan, Hong Kong, Ningbo, Xangai, Pusan, Yokohama, Manzanillo, Balboa, Callao, Iquique, San Antonio, San Vicente, San Antonio, Callao, Balboa, Manzanillo, Xanggai, Keelung e regresso a Chiwan. Loop 2: Xingang, Qingdao, Pusan, Xangai, Ningbo, Xiamen, Hong Kong, Chiwan, Pusan Manzanillo, Lazaro Cardenas, Balboa, Buenaventura, Lazao, Cardenas, Manzanillo, Yokohama e de novo  Xingang.

Em Julho, a MSC e a CSAV anunciaram uma parceria de três anos para as ligações entre o Norte da Europa e a Costa Oeste da América do Sul, entre a Costa Leste da América do Sul e o Médio Oriente, entre a África do Sul, o Médio Oriente e a Índia, e entre a Ásia e África do Sul.

Por seu turno, a CMA CGM e a CSAV estão a cooperar num serviço entre o Extremo Oriente e a costa Leste da América Latina, e no Gulf Bridge Express do operador francês para as Caraíbas.

 

Comments are closed.