A partir de Agosto e durante três anos, a MSC e a CSAV operarão conjuntamente ligações entre o Norte da Europa e a Costa Oeste da América do Sul, entre a Costa Leste da América do Sul e o Médio Oriente, entre a África do Sul, o Médio Oriente e a Índia, e entre a Ásia e África do Sul.

O anúncio da parceria surge poucos dias depois de a CSAV ter anunciado estar há vários meses a negociar parcerias com a MSC e a CMA CGM para diferentes tráfegos. Será, pois, de esperar para breve o anúncio de um acordo semelhante com o operador francês.

No corredor Norte da Europa – Costa Oeste da América do Sul, o novo serviço conjunto da MSC e da CSAV terá uma cadência semanal, sendo assegurado por oito navios de 5 000 TEU. A rotaão será a seguinte: Roterdão, Antuérpia, Felixtowe, Bremerhaven, Hamburgo, Caucedo, Cartagena, Cristobal, Balboa, Callao, Puerto Angamos, Coronel, San Antonio, Balboa, Cristobal e regresso a Roterdão.

O serviço será complementado na América do Sul por três feeders semanais, com ligações em Balboa e Cristobal.

A ligação entre a atlântica da América do Sul e a o Médio Oriente será garantida, também numa base semanal, por duas rotações. A primeira, servida por oito navios de 5 000/6 000 TEU, ligará Suape, Santos, Buenos Aires, Rio Grande, Navegantes, San Francisco do Sul, Sepetiba, Suape, Las Palmas e Valência. A segunda, assegurada por cinco navios de 4 000/5 000 TEU, fará Salvador, Santos, Rio de Janeiro, Navegantes, Paranaguá, Rio Grande, Santos, Las Palmas e Valência. A conexão para o Médio Oriente será divulgada posteriormente.

A informação disponibilizada até ao momento não refere qual será a proporção de navios de ambos os operadores em cada uma das rotações.

No espaço de um mês a CSAV suspendeu três dos seus serviços, pelas difíceis condições do mercado, pelo que este acordo de parceria visará, precisamente, manter a cobertura geográfica e a oferta de capacidade com custos minorados.

Comments are closed.