A MSC garantiu a compra da posição da TTI (grupo Hanjin) no terminal de contentores de Long Beach (EUA), passando a deter 100% da infraestrutura.

msc-long-beach

A decisão do tribunal que está a gerir o processo de falência da Hanjin Shipping não surpreende, uma vez que a MSC era a única candidata à compra, depois do recuo da Korea Line.

A HMM chegou a ser dada como parceira da MSC na proposta de compra mas a parceria ter-se-á desfeito, ou não…

A MSC já detém 46% do capital do terminal norte-americano. A compra d0s 54% remanescentes fica agora dependente apenas das autorizações das autoridades norte-americanas competentes.

O valor do negócio não foi revelado mas a posição estava avaliada em 342,5 milhões de dólares.

Com este desfecho, a HMM – e o governo sul-coreano – falha por completo a tentativa de toma a posição da falida Hanjin Shipping no mercado do trans-Pacífico.

Comments are closed.