O MSC Gulsun, o maior navio porta-contentores do mundo, cruzou pela primeira vez o Canal do Suez, na sua viagem inaugural em direcção ao Norte da Europa.

O MSC Gulsun navegou no Canal do Suez alargado no passado dia 9, integrado no comboio em direcção a Norte, proveniente de Xingiang.

O chefe da Autoridade da Zona Económica do Canal de Suez, Mohab Mamish, que subiu a bordo da embarcação, garantiu na ocasião, citado pela imprensa egípcia, que a estrutura continuará a ser a espinha dorsal do comércio mundial e a maior e mais desenvolvida via navegável do mundo.

Já o capitão do MSC Gulsun elogiou o projecto de desenvolvimento do Canal de Suez, por facilitar a passagem de mega-navios, com as economias de tempo e combustível daí decorrentes.

Com uma largura de 61,4 metros, o MSC Gulsun fica muito próximo do máximo de 62,1 metros permitidos para a navegação no Canal do Suez.

Com 400 metros de comprimento e 16 metros de calado, o MSC Gulsun pode transportar 23 756 TEU. É o primeiro navio da classe Megamax 24, isto é, o primeiro a poder acomodar 24 filas de contentores. A MSC encomendou 11 iguais aos estaleiros sul-coreanos Samsung e Daewoo em 2017.

O renovado Canal do Suez foi inaugurado a 6 de Agosto de 2015. No passado dia 2, a via navegável egípcia fixou um recorde com 81 navios em trânsito, em ambos os sentidos.

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*