A MSC e a Autoridade Portuárias de Las Palmas (APLP) anunciaram um plano de investimento do operador suíço no terminal de contentores do porto espanhol.

O objectivo é tornar a Gran Canaria um porto estratégico nos tráfegos para a costa ocidental de África.

O acordo entre as duas partes prevê que a MSC invista cerca de nove milhões de euros, ao longo de oito anos, na modernização do terminal de contentores Operaciones Portuarias Canarias SA (OPCSA). Este é propriedade integral da Terminal Investments Limited (grupo TIL), uma subsidiária da MSC.

Entre outras melhorias no terminal canário, está prevista a reorganização dos acessos ao terminal, o que permitirá às instalações proporcionarem uma maior capacidade de atracação e, portanto, a ampliação dos serviços que oferece.

No ano passado, a OPCSA tornou-se o primeiro terminal na costa ocidental de África a implementar o novo sistema operacional Navis N4, avançando para a automatização das suas operações. A OPCSA destacou três objectivos principais com a implementação desta ferramenta: melhorar a eficiência das operações locais, iniciar o processo de modernização e aumentar a produtividade do terminal.

Comments are closed.