A MSC contratou a finlandesa Kalmar para fazer o upgrade dos pórticos de cais do seu terminal de contentores em Valência, de modo a poder operar os maiores navios da sua frota, de 19 000 TEU.

MSC Valencia

Os oito pórticos que serão modernizados terão a sua lança aumentada em seis metros, de modo a poderem atingir mais filas de contentores a bordo. E seis deles serão alteados em dez metros, para poderem “sobrevoar” mais contentores empilhados.

Os renovados pórticos deverão estar operacionais em meados de 2017. Nessa altura poderão operar os navios de classe Óscar, os maiores da frota da MSC, e do mundo, com uma capacidade nominal de transporte de 19 224 TEU. Actualmente o terminal de Valência apenas pode operar porta-contentores de 16 000 TEU.

O MSC Terminal de Valência opera como hub de transhipment e porta de entrada para a Península Ibérica e todo o Sul da Europa, movimentando 1,6 milhões de TEU por ano.

Para a Kalmar, esta é a maior encomenda que a sua unidade de negócio de “upgrade” de pórticos alguma vez recebeu. O montante do contrato não foi revelado.

“Fazer um upgrade a um pórtico existente é uma solução económica para os portos e terminais que queiram adaptar-se rapidamente ao crescimento contínuo da dimensão dos navios”, afirma, citado em comunicado, o responsável pelos “upgrades” de pórticos na Kalmar South EMEA, José Ignacio Fernandez.

 

This article has 1 comment

  1. Espero que não seja 1 péssima notícia para o porto de Sines operado também pela MSC, é preciso muito urgentemente aceder ao prolongamento do prazo de concessão no terminal XXI para que a MSC possa já fazer todos os investimentos com garantias de poder recuperar esses mesmos investimentos em particular comprar novos pórticos para os novos e futuros ULC !