A MSC e o Banca Carige já terão chegado a acordo sobre a reestruturação da dívida da Ignazio Messina, no âmbito do processo de entrada da companhia suíça no grupo italiano.

Tal como avançado anteriormente, a MSC deverá ficar com uma posição de 49% no capital da Messina. Ao mesmo tempo, a MSC assumirá o controlo de alguns dos oito navios con-ro do grupo genovês, dois dos quais já estão, de resto, fretados pelos helvéticos.

O Grupo Messina deve ao Banca Carige mais de 400 milhões de euros, de um empréstimo para a compra de oito navios con-ro aos estaleiros da STX e da Daewoo, que foram entregues entre 2011 e 2015.

Os termos do acordo de reestruturação da dívida não foram divulgados. A entrada da MSC no capital do grupo de Génova poderá demorar ainda alguns meses, uma vez que haverá que fechar acordos com mais bancos.

Os comentários estão encerrados.