Aos 25 anos, a MSC Portugal acaba de superar a fasquia dos dois milhões de TEU “cheios” de import/export movimentados nos portos nacionais.

Sines - MSC Busan

O feito foi atingido no passado dia 5, no Terminal XXI de Sines, durante a operação do MSC Fabienne.

A MSC Portugal opera nos portos de Sines e de Leixões. E iniciou a sua actividade, como agente da MSC, em 1991.

“Termos alcançado os 2 milhões de TEU de movimentos num curto espaço de tempo é algo que nos deixa muito satisfeitos. Estas conquistas antecipam um bom ano para a MSC e na nossa perspectiva estimulam-nos na prossecução dos objectivos que definimos internamente de forma a mantermos o êxito que temos vindo a alcançar”, refere, a propósito, Carlos Vasconcelos, administrador da empresa, citado em comunicado de imprensa.

O recorde de dois milhões de TEU não inclui, note-se, a movimentação de contentores vazios, e muito menos os movimentos de transhipment (essencialmente em Sines, onde no ano passado a empresa superou o milhão de TEU assim processados).

Em 2015, a MSC Portugal cresceu 14% nas cargas de import/export em Sines e Leixões.

 

Comments are closed.