A MSC estará a recusar reservas de cargas para os serviços entre o Norte da Europa e a Ásia, reporta a Alphaliner.

A operadora suíça justifica a decisão com o facto de ter os navios lotados para as semanas 25, 26 e 27.

A suspensão da aceitação de cargas aplica-se aos serviços Silk e Lion, operados pela MSC, e Condor e Swan (ambos mediante a utilização de capacidade nos FAL1 e FAL3 da CMA CGM).

Em Março, a Maersk Line surpreendeu o mercado com a suspensão das reservas de carga por um mês. Na altura, a justificação avançada foi a falta de capacidade resultante do cancelamento de vários navios, por alturas do Ano Novo chinês. A medida foi então entendida também como uma forma de pressionar o aumento das tarifas.

Agora, no caso da MSC, a situação deverá ficar regularizada a partir da semana 28, isto é, na segunda semana de Julho.

Comments are closed.