Como previsto, o MSC Zoe realizou hoje a sua escala inaugural no Terminal XXI de Sines. Mais um “marco simbólico” para a MSC Portugal, realçou Carlos Vasconcelos.

MSC Zoe

Aquele que é o maior porta-contentores do mundo (com os gémeos MSC Ocar e MSC Oliver) movimentou no porto português cerca de 3 000 TEU. Nas operações estiveram envolvidos quatro dos pórticos de cais super-post panamax da PSA Sines.

Até hoje, o maior navio a escalar Sines tinha uma capacidade de cerca de 14 000 TEU. Com 395,4 metros de comprimento, 59 metros de boca e capacidade para 19 220 TEU, o MSC Zoe permite um “aumento da capacidade de trabalho”, sublinhou Carlos Vasconcelos.

Além de Sines, “poucos portos na Europa têm condições para receber navios deste porte”, destacou o responsável da MSC Portugal, lembrando os casos de Hamburgo, Roterdão, Antuérpia e Algeciras.

Baptizado há dias em Hamburgo, o MSC Zoe está agora a cumprir a sua primeira viagem entre o Norte da Europa e a Ásia, alinhado no serviço Swan da MSC. Num ano, o MSC Zoe deverá realizar umas seis viagens de ida-e-volta.

This article has 1 comment

  1. O futuro a c, m e longo prazo das exportações passa pela especialização dos portos de Sines (acima dos 10.000 TEU), Setúbal (abaixo dos 5.000 TEU) e o de Leixões (entre 5.000 e 10.000), o porto de Lisboa só pode e deve especializar-se nos cruzeiros/passageiros.