O presidente da Área Metropolitana de Lisboa, Fernando Medina, anunciou hoje a criação de uma empresa única de transportes em todos os concelhos, com a marca “Carris Metropolitana”, que terá passes únicos com o custo máximo de 40 euros.

Carris Metropolitana assumirá funções da OTLIS

O passe, que custará no máximo 40 euros, deverá funcionar em todos os meios de transporte da Área Metropolitana de Lisboa (AML).

As crianças até aos 12 anos não pagarão transporte e, por família, o pagamento total máximo será de 80 euros (dois passes sociais).

Dentro do município de Lisboa, os passes vão custar um máximo de 30 euros.

A nova empresa vai operar nos 18 concelhos da AML e vai centrar a bilhética e o tarifário, actualmente assumidos pela empresa OTLIS.

Fernando Medina destacou que estas medidas hoje aprovadas “por unanimidade e aclamação” pelos 18 presidentes das câmaras da AML foram permitidas pela proposta de Orçamento do Estado para 2019 apresentada na segunda-feira.

Os comentários estão encerrados.