No seu último semestre, a MyFerryLink ficou muito perto de atingir o break-even operacional: faltaram dois milhões de euros.

MyFerryLink

Entre Janeiro e Junho, a MyFerryLink transportou entre as margens da Mancha 233,6 mil toneladas de carga (mais 27% face ao período homólogo de 2014), além de autocarros, automóveis e veículos diversos.

Em consequência, o volume de receitas cresceu 33% para os 52 milhões de euros, aproximando-se dos custos operacionais, que subiram apenas 7% para os 54 milhões de euros.

A MyFerryLink cessou as operações no final de Junho, por decisão da Eurotunnel, farta da batalha legal com a Autoridade da Concorrência britânica que desde a primeira hora tentou impedir a empresa de operar.

A MyFerryLink é a proprietária dos três ferries que eram da SeaFrance, sendo a operação assegurada por uma cooperativa de ex-trabalhadores daquela companhia gaulesa. O contrato não foi renovado. Dois dos ferries foram cedidos à DFDS.

Comments are closed.