António Nabo Martins, presidente executivo da APAT, foi ontem eleito para a presidência do Maritime Logistics Institute da CLECAT, para os próximos dois anos.

A eleição de Nabo Martins aconteceu durante a reunião daquele instituto, que ocorreu em Antuérpia.

O Maritime Logistics Institute é um dos sete grupos de trabalho especializados que assessoram a CLECAT nas tomadas de posição junto da União Europeia em matérias relacionadas com o transporte marítimo, aéreo, ferroviário, rodoviário, questões aduaneiras e de segurança.

No caso, o Instituto doravante presidido por António Nabo Martins tem em mãos dossiers sensíveis como os consórcios de linhas de navegação, a Janela Única Portuária, o congestionamento dos portos e as ligações ao hinterland ou a digitalização/informatização do negócio.

A CLECAT representa os interesses de mais de 19 mil empresas, que empregam mais de um milhão de funcionários, das áreas da logística, agenciamento de carga e serviços alfandegários, desde multinacionais às pequenas e médias empresas transitárias e agentes aduaneiros, assumindo-se assim como a organização mais representativa deste ramos de actividade.

Além da APAT, só a ODO é membro efectivo português da CLECAT.

A eleição do presidente executivo da APAT para um cargo de destaque na CLECAT é mais um passo na estratégia de “internacionalização” da associação dos transitários, aproximando-a mais dos centros onde, cada vez mais, as questões fundamentais são decididas.

Tags:

Comments are closed.