O NileDutch Antwerpen, o terceiro de quatro navios construídos a pensar nas condicionantes dos portos da África Ocidental, estará em Lisboa depois de amanhã. Motivo para a NileDutch Portugal e a Marmedsa festejarem.

NileDutch Antwerpen

O navio foi baptizado no passado dia 24, em Antuérpia. Estará em Lisboa depois de amanhã, após o que subirá a Leixões antes de seguir para a África Ocidental.

Com 224 metros de comprimento, 34,8 metros de largura e um calado de 12,5 metros, o NileDutech Antwerpen pode transportar 3 510 TEU no porão e sobre o convés. Para facilitar as operações de carga e descarga, o navio dispõe de três gruas.

Este é o terceiro de quatro navios encomendados pela companhia especificamente para operarem nos portos da África Ocidental, onde se verificam limitações, quer de calado, quer de operacionalidade dos cais, mas onde também os tráfegos são crescentes.

Tal como os seus dois “gémeos” já em operação, também o NileDutch Antwerpen será alinhado no serviço entre a África Ocidental e o Extremo Oriente.

Para assinalar a passagem por Lisboa do seu novo navio, a NileDutch e a Marmedsa, que agencia os navios em Portugal, promovem um encontro, e uma visita a bordo, que contará com a presença de dirigentes europeus da companhia.

 

 

 

 

Comments are closed.