A Norbert Dentressangle realizou em 2010 um volume de negócios de 352 milhões de euros na Península Ibérica. Uma subida homóloga de 9,2%, em linha com os resultados globais do grupo.

A actividade de transporte rodoviário de mercadorias, a mais importante do grupo gaulês em Portugal e Espanha, com um peso específico de 74% no volume de vendas, avançou 9% no ano transacto. Ao invés, a actividade logística, que vale 26% da actividade, retrocedeu ligeiramente para os 92 milhões de euros.

Na Península Ibérica, o ano da ND ficou marcado pelo reforço das estruturas físicas, nomeadamente em Portugal, com a inauguração das plataformas de Lisboa e Porto, num total de 6 500 metros quadrados.

Ao nível global, o grupo Norbert Dentressangle fechou o exercício de 2010 com um volume de negócios de 2,8 mil milhões de euros, 4,4% mais que em 2009. Os transportes avançaram 6,6% para os 1,6 mil milhões de euros. A logística manteve-se sensivelmente ao mesmo nível de 2009 (mais 0,2%), nos 1,2 mil milhões de euros. A neófita actividade transitária representou 12 milhões de euros.

Os números globais deverão dar este ano um salto significativo, fruto da integração das operações da Ásia e América da Schneider Logistics (em Novembro de 2009) e da próxima integração da TDG. E com isso a ND tornar-se-á um dos dez maiores operadores logísticos europeus, com cobertura mundial.

Os comentários estão encerrados.